Banner-facebook-transporquar.png
 
 

VEJA A PROGRAMAÇÃO DE ATIVIDADES DO PROJETO TRANSporquar

O ¿por quá? grupo que dança realiza, de maio a setembro de 2018, uma nova etapa do seu projeto de manutenção TRANSporquar. De aproximação entre centros de cultura, estreitamento de laços, compreensão de uma realidade outra (e nova para o grupo) através de fluxos de saberes e experiências, além de apresentações artísticas. 
Em parceria com o Ponto de Cultura Cidade Livre, em Aparecida de Goiânia, programamos três apresentações do POR ACASO_tardes de improviso. As intervenções ocorrem sempre às 17h.

_____
POR ACASO_tardes de improviso no Ponto de Cultura Cidade Livre
Quandos: 19 de maio, sábado / 16 de junho, sábado / 04 de agosto, sábado.
Horário: 17h às 20h
Onde: Av. Progresso Qd. 21 Lt. 04 casa 1, Aparecida de Goiânia
Entrada gratuita

_____
POR ACASO_tardes de improviso com o Centro Cultural Eldorado dos Carajás
Quandos: 
24 de maio, quinta-feira, na Praça da Paz, Jardim Nova Esperança
23 de junho, sábado, na Praça CiOPS
15 de setembro, sábado, Praça Ione
Horário: 17h às 19h
Entrada gratuita

________________________________________________

Conhece o POR ACASO_tardes de improviso ?

Uma ação de improviso na dança e na música.
O POR ACASO surge em 2012 com o objetivo de ocupar a cidade de forma democrática, unindo dança e música em tardes de improvisos. Idealizado pelo ¿por qua? grupo que dança e o grupo musical Vida Seca, o projeto provoca dançarinos, músicos e desavisados para uma intervenção artística que caminha entre o popular e o contemporâneo. Uma estrutura básica é montada para quem quiser chegar. Para os dançarinos, tatames no chão, e para os músicos, instrumentos para o batuque.
Ampliar os sentidos e as vivências com a arte pública e convidar as pessoas a experimentarem novas relações, não só com o urbano que as cerca, mas também com o próximo

________________________________________________

Conhece o TRANSporquar?

Transporquar é o projeto de manutenção do ¿por quá? grupo que dança. De março a setembro de 2018 contempla atividades que reúnem o grupo a grandes parceiros e envolve também a comunidade em geral por meio de quatro residências artísticas e 15 apresentações. A pesquisa ainda permeia por trocas de saberes e fazeres entre três centros de cultura para criar fluxos de interesses a partir de trabalhos artísticos e finaliza com a elaboração e publicação de um livro sobre uma história de breves danças rebeldes. Assim, o TRANSporquar se insere no trânsito, no deslocamento, permitindo que o grupo se transmute em novas experiências e aprofunde seu traço estético de se questionar, questionar a dança, a arte e seus muitos desdobramentos. fazendo de sua dança, da sua arte um devir constante.

 

→ Participações
Vida Seca
Coletivo Tectônica
Dudude Herrmann
LabLUXZ_
Grupo Sensacional / IFG
Ponto de Cultura Cidade Livre
Centro Cultural Eldorado do Carajás
Nega Lilu Editora
Estúdio SobreUrbana

→ Ações
Pesquisa
Apresentação
Formação
Residência Artística
Publicação de Livro

→ Locais
• casacorpo
St. Sul & St. Universitário / Goiânia
• Jardim Nova Esperança / Goiânia
• Bairro Jardim Monte Cristo / Aparecida de Goiânia

 

____________________________________________________________

Conhece o ¿por quá? grupo que dança?

O ¿por quá? é um grupo que dança com um imaginário de pesquisa lúdica e mundana. Prima pela dança-acontecimento, dança curiosa e desobediente que passeia por uma estética contemporânea popular, se é que isso existe. Fundado no ano de 2000, na cidade de Goiânia/GO tem como foco a democratização e convocação à experimentação artística para o alcance e conquista de uma certa autonomia celebrativa da dança. Pesquisa atualmente ações de estética cotidiana pop e de gênero duvidoso. O grupo é o residente fundador da casacorpo, onde realiza seus processos de criação, ensaios, reuniões, aulas e o que mais inventar.

Formado por Luciana Ribeiro, Hilton Júnior e Luciana Celestino. Realiza ações artísticas que envolvem intervenções, espetáculos, oficinas, palestras. Possui significativa participação na cena artístico-cultural da cidade de Goiânia e já se apresentou pelo interior do Estado, por outras cidades do Brasil e na América Latina. Foi contemplado em editais públicos de cultura municipal, estadual e nacional.