Quem somos?

Foto-2.jpg
 
 

O ¿por quá? grupo que dança é formado por três artistas que persistiram em uma ideia de dança, de coletivo, pautada no questionamento, na experimentação e na invenção de modos de existir enquanto coletivo de arte, dança, corpo e vida.

Somos Hilton Júnior, Luciana Celestino e Luciana Ribeiro e transformamos nossos desejos de vida-arte em dança. Assim, nessa lida artística, inventamos nossas danças, futricamos nelas, e chamamos mais pessoas pra burilar conosco, ou seja, contaminar, provocar e compartilhar jeitos de existir no mover-se.

Nessa aventurança acumulamos um repertório de invenções que refletem nossas vontades dançadas de encontros, de questionamentos, de subversões, de cafonices, de curiosidades e de aproximações com gentes.

São danças que cabem nossos corpos, nosso jeito de mover e de querer ser. Por isso elas são molinhas, abertas e nos lançam a desafios cotidianos de fazer e ser artista da dança.

Uma dança que, de tão dentro, parece fora. Está no âmbito do desejo e, portanto, da pulsão. Esse lugar de fora é parte fundante do trabalho do grupo, diz respeito às rebeliões cotidianas e à inventividade subalterna.

Deixamos de ser um grupo de dança, de alguma dança, para ser um grupo que dança, alguma dança, ou algo que chamamos dança.

 
 

Apresentação (release)

O ¿por quá? é um grupo que dança com um imaginário de pesquisa lúdica e mundana. Prima pela dança-acontecimento, dança curiosa e desobediente que passeia por uma estética contemporânea popular, se é que isso existe. Fundado no ano de 2000, na cidade de Goiânia/GO tem como foco a democratização e convocação à experimentação artística para o alcance e conquista de uma certa autonomia celebrativa da dança. Pesquisa atualmente ações de estética cotidiana pop e de gênero duvidoso. O grupo é o residente fundador da casacorpo, onde realiza seus processos de criação, ensaios, reuniões, aulas e o que mais inventar.

Formado por Luciana Ribeiro, Hilton Júnior e Luciana Celestino, realiza ações artísticas que envolvem intervenções, espetáculos, oficinas e palestras. Possui significativa participação na cena artístico-cultural da cidade de Goiânia e já se apresentou também pelo interior do Estado e por outras cidades do Brasil e da América Latina.

O ¿por quá? grupo que dança, ao longo de sua trajetória, foi contemplado em editais públicos de cultura nos âmbitos municipal, estadual e nacional, como Fundos de Arte e Cultura, Leis Municipais e Estaduais de Incentivo à Cultura e o Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna. Incentivos estes que contribuíram para endossar as pesquisas do grupo, além de viabilizar a execução de diversos trabalhos, dentre eles os espetáculos Dançadeira (2008), Aparecidas (2011-atualmente), Chá de fígado, baço e memória (2010 a 2015), POR ACASO_tardes de improviso (2012-atualmente), entre outros.

 

De onde viemos?

 

INTEGRANTES DE AGORA

 

Hilton Junior

Acredita, constrói e colabora desde 2002 com o grupo. Sua atuação sempre foi marcada por muita poesia, cores e presença carinhosa, compreensiva e calorosa. Temperos fundamentais na constituição do ¿por quá?. Dança, planeja e organiza nosso cotidiano de ensaios e aulas. Chegou no grupo porque procurava um corpo dançado, um corpo colorido no meio do cinza do curso de Licenciatura de Educação Física, no qual graduou-se em 2006. É professor de dança da Secretaria de Estado da Educação, Cultura e Esporte de Goiás desde 2007, Pós Graduado em 2009 em Pedagogias da Dança pelo Ceafi/ UCG, lugar onde integra a equipe de editores da WebZine revista digital, assim como o elenco e produção geral do Grupo Experimental de Teatro (GET), Trupe dos Cirandeiros do Centro de Estudo e Pesquisa "Ciranda da Arte" e da Cia Teatro Sala 3.


Luciana Celestino

Dançarina. Pesquisadora. Produtora. Sacode daqui, corre de lá. Nosso abraço direto na empreitada desafiante de produzir e escancarar nossas danças para o povo todo. Inquieta e efusiva, concebeu e dirigiu o espetáculo “Chá do fígado, baço e memória” que marcou a trajetória do grupo em um momento de trânsitos e efervescência profissional. Integra e atua com o grupo desde 2004. É licenciada em Educação Física com pós-graduação lato-sensu em Filosofia da Arte e Pedagogias da Dança. Hoje pesquisa, se aprimora e se lança em gestão artística e cultural na ativação de ações e iniciativas culturais, para nós e para a cidade.


Luciana Ribeiro

Artista, pesquisadora e militante da dança. Criou o grupo lá em 2000 e foi a diretora geral, responsável por essa “porquaria” toda. Provocadora incansável dos por quês que geram nossas danças, alimenta sempre esse projeto de vida chamado ¿por quá?. Acredita que conhecimento é para ser criado, multiplicado e compartilhado e é também professora no curso de licenciatura em dança do câmpus Aparecida de Goiânia do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás. Doutora - mas não prescreve nada - em História pela Universidade Federal de Goiás.


 

Os fazedores dessa dança... de outrora!

Uma história feita de várias histórias. Foram muitas pessoas que integraram, construíram e temperaram nossa trajetória. Apresentamos os fazedores dessa dança… de outrora!

 
 
  • Ana Paula Faria
  • Bethânia Chagas
  • Carolina Martins Tomasini   
  • Christiane de Holanda
  • Cláudia Cardoso
  • Cláudio Silva
  • Danuza Rodrigues de Araújo  
  • Dayana Gomes
  • Délgis Santos
  • Denise Lima
  • Emmanuela Marinho    
  • Érika Alves
  • Fernando Pereira
  • Felipe Ferro
  • Flávia Monteiro
  • Gisele Bizerra
  • Graciele Peres
  • Henricley Lima
  • Kennia Tavares
  • Larissa Cantarino Chagas
  • Letícia Reis 
  • Leonardo Simões
  • Lina Reston
  • Lívia Fernandes
  • Ludmilla Machado
  • Maria do Socorro
  • Márcia Paixão
  • Marília Nepomuceno
  • Maryanne Baleeiro
  • Móris Scharnowski
  • Nádia Lima
  • Priscila Ferreira
  • Rafael Spíndola
  • Renata Bastos
  • Renato Ribeiro Rodrigues
  • Roberto Rodrigues
  • Rodrigo Roncato
  • Rosalina Pedrosa
  • Rossana Rodrigues
  • Rousejanny Ferreira
  • Sacha Witkowski
  • Tainara Miranda Godoi
  • Thalita Vieira
  • Tarcila Camargo
  • Thaís Mendonça
  • Viviana Fialho Alves
  • Volney Garcia
  • Washington de F. Couto Vieira

Depois de 2015 começamos a convidar pessoas para dançar com a gente por algum tempo. Em alguns trabalhos, são eles:

 

2016

Lucienne Machado
Iago Araújo
Ana Carolina Leal
Venâncio Cruz

2017/18

Lenir Lima
Marco Lazarim
Erica Bearlz
Jayme Marques