TRANSporquar - manutenção do ¿por quá? grupo que dança

Flyer do projeto TRANSporquar, de março à setembro de 2018. Projeto TRANSporquar, realização ¿por quá? grupo que dança, produção Mais Um, Apoio Cultural Casa Corpo. Apresentação: Fundo de Arte e Cultura de Goiás, SEDUCE e Governo de Goiás. Com foto de três pessoas dançando com roupas de festa.

TRANSporquar - projeto de manutenção do ¿por quá? grupo que dança chega para potencializar as existências - dos trabalhos e de si. Transportar, transformar, transmutar danças é o desafio maior que o ¿por quá? se propõe como grupo artístico que dança. O seu exercício diário de se questionar, questionar a dança, a arte e seus muitos desdobramentos faz da sua dança, da sua arte um devir constante.

Projeto TRANSporquar

E, por isso, seu projeto de manutenção para 2018 se define no TRANS, no trânsito, no deslocamento e no movimento contínuo de escuta que não permite que o grupo se desdobre em uma coisa só. Ao mesmo tempo, permite pontuar e aprofundar o traço estético do grupo que é muito bem definido nessa perspectiva dialética, constituindo uma dança do encontro, uma dança desobediente, uma dança curiosa, uma dança política. E também permite afirmar o espaço e eixos de atuação do grupo que são tanto o espaço próprio de produção e difusão artística, quanto a rua e as comunidades.

O projeto possui quatro etapas. A primeira, de fevereiro a maio, convida artistas para três residências artísticas: Dudude Herrmann (MG), LabLUXZ (SP) e Coletivo Tectônica (DF).

A segunda etapa, e mais extensa, realiza 15 apresentações de dois trabalhos do grupo, o espetáculo APARECIDAS e a intervenção POR ACASO_tardes de improviso. Assim, compreende a criação de fluxos de interesse com um formato de produção-pesquisante entre os centros: Casacorpo, Ponto de Cultura Cidade Livre e Centro Cultural Eldorado dos Carajás.

A terceira etapa, entre outubro e novembro, consiste num intercâmbio entre o grupo e alunos de Licenciatura em Dança do IFG Aparecida de Goiânia em forma de residência artística ministrada por nós.


A quarta e última etapa é a elaboração e publicação de um livro que diz respeito a uma história de breves danças rebeldes.

Para ficar por dentro de toda a programação nos acompanhe nas nossas redes sociais ( facebook: /porqua e instagram: @grupo.porqua).